SAÚDE & BEM ESTAR

Cuidados com brincos e piercings

Cirurgia plástica saúde 2

Após furar a orelha, inclusive de crianças, é preciso ter cuidado com a cicatrização: limpe o orifício com soro fisiológico e sabonete, mexa no brinco constantemente para não grudar na pele e, de início, opte por uma peça de ouro. Caso sinta coceira ou que criou uma casquinha, retire o brinco e procure um dermatologista, pois pode se tratar de alergia. Lembre-se também que com o tempo a pele perde colágeno e fica mais frágil. Portanto, além de observar o furo da orelha, evite o uso diário de brincos pesados. Se eles rasgam a orelha, somente procedimentos cirúrgicos, também realizados em quem se arrependeu de usar alargadores, podem corrigir o problema. No entanto, os lóbulos tendem a ficar levemente deformados.

Cirurgia plástica saúde 3Esses mesmos cuidados valem para os piercings. Ainda durante o período de cicatrização, observe se não há secreção purulenta, vermelhidão e dor. Tais sinais são indicativos de infecção e requerem cuidados médicos, incluindo pequenas cirurgias plásticas para sanar o problema. Depois, com a pele já recuperada, é essencial tirar o piercing e lavá-lo de tempos em tempos. Note ainda que, os piercings colocados na boca são os mais perigosos para a saúde, pois podem causar mau hálito provocado por bactérias. Quando na língua, o impacto deles no dente pode tirar o esmalte e expor a dentina, o que provoca a retração da gengiva. Logo o ideal é retirar o piercing e higienizar três vezes ao dia.

Comment here